A definição da loucura

Gente, eu sei que todo mundo adora reclamar da WTA. Mas que hoje os jogos femininos valeram bem mais apena do que os masculinos, não dá pra negar.

Pneus.

Pneus.

Depois da “Verdadeira nº1” Serena passar rapidinho pela Dani Hantuchova, e o Rafael passar doído pelo Almagro, veio o jogo que muita gente já estava esperando à algum tempo, afinal dois grandes nomes do tênis jogando depois de tanto tempo, só podia dar jogão, né? Não. Primeiro set: 6-0 Kim. Segundo: 6-0 Venus. Sério, o que foi aquilo? Alguém, até mesmo as tenistas, entendeu o que aconteceu?
No terceiro, pelo contrário, as duas decidiram confirmar o saque ao mesmo tempo (uau!) e prevaleceu a melhor. Sem Williams vs Williams no US Open esse ano. Alguém triste?

Drama.

Drama.

Já na primeira partida da noite no Ashe (que muitas pessoas nem consideravam “boa o bastante” pro estádio – Alô? Cabeças de chave 10 e 7 jogando, como não é bom o bastante?) uma russa nervosa e uma italiana confiante. Flavia Penneta salvou 6 match-points no segundo set e ainda aplicou o pneu no terceiro (grande parte graças ao emocional da Zvonareva e as bandagens que insistia em tirar, colocar, tirar, colocar).
E o engraçado é, depois da gente ver a Vera chorando, gritando palavrões, brigando com a raquete e com a própria perna, ela ainda vem e diz: “Eu não perdi o meu temperamento. Isso é o primeiro de tudo. Eu acho que eu estava lutando o melhor que eu podia.
Ah, então tá.

Anúncios

0 Responses to “A definição da loucura”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Quebra de quê?

Um blog sobre a parte do tênis onde não importa se um jogador não consegue volear direito ou se chegou ao número um do ranking sem um Grand Slam, mas sim qual vai ser a próxima roupa da Nike que ele vai vestir ou se posou ao lado de um bebê tigre pra promover um torneio. O que pode ser mais divertido que o jogo em si. Tá, talvez não.

Categorias

Popularidade

  • 5.693 fãs de tênis
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: